O recurso é pago diretamente ao estudante de graduação por meio de um cartão de benefício.

A Bolsa Permanência é um auxílio financeiro que tem por finalidade minimizar as desigualdades sociais e contribuir para a permanência e a diplomação dos estudantes de graduação em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Seu valor, estabelecido pelo Ministério da Educação, é equivalente ao praticado na política federal de concessão de bolsas de iniciação científica, atualmente de R$ 400,00 (quatrocentos reais). Para os estudantes indígenas e quilombolas, será garantido um valor diferenciado, igual a pelo menos o dobro da bolsa paga aos demais estudantes, em razão de suas especificidades com relação à organização social de suas comunidades, condição geográfica, costumes, línguas, crenças e tradições, amparadas pela Constituição Federal. Ademais, os estudantes indígenas e quilombolas matriculados em cursos de licenciaturas interculturais para a formação de professores também farão jus a bolsa de permanência durante os períodos de atividades pedagógicas formativas na IFES, a bolsa de permanência até o limite máximo de seis meses.

Uma grande vantagem da Bolsa Permanência concedida pelo Ministério da Educação é ser acumulável com outras modalidades de bolsas acadêmicas, a exemplo da bolsa do Programa de Educação Tutorial – PET, do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação.

Leia mais

 

Orientações para discentes que vão receber o benefício do Programa de Bolsa Permanência (PBP) do MEC pela primeira vez:

  1. Entrar no endereço https://www.fnde.gov.br/sigefweb/consultar-beneficios e inserir o CPF.
  2. Imprimir a tela que informa o n° do benefício e o n° do convênio BB (vide figura abaixo). Se preferir, o aluno poderá simplesmente anotar os números mencionados anteriormente.
  3. Dirigir-se à agência do Banco do Brasil que o aluno indicou ao fazer seu cadastro no sistema, munido do n° do benefício e do n° do convênio BB, além da documentação básica exigida pelo banco (Carteira de Identidade e CPF).
  4. Solicitar o saque da primeira parcela da bolsa e a emissão do cartão que será utilizado nos saques subsequentes.

 BOLSA PERMANÊNCIA AUTORIZADA REFERENTE A JUNHO/2015